Kung Fu_ a Arte de dominar o Tempo

Com a constante modernização do tempo em que vivemos, principalmente neste século, no qual todas as gerações tendem a escolher aquilo que é rápido, express e instantâneo, temos certa dificuldade em aceitarmos a desaceleração de nossas rotinas. Costumo dizer que vivemos a geração micro-ondas, 30 segundos e pronto, como num passe de mágica está ali preparado em sua frente para ser degustado. Todavia não funciona assim para o artista marcial!

Lembro-me como se fosse ontem, quando num dia de treino, encontrava-me muito agitado querendo acabar rápido com a matéria da faixa; quando o Shifu Danillo Cocenzo sabiamente soltou a expressão: “O Kung Fu não é do seu tempo” e logo em seguida veio à conexão com a frase: “A paciência é a virtude dos deuses que nada possuem além do Tempo”.

Para nós praticantes do Kung Fu, é fundamental sabermos que ele é uma arte milenar; e pode ser para cada um, direcionado para a área de sua vida que precisa de melhorias. O Kung Fu não pertence a este tempo, ele é atemporal e podemos perceber isto em uma das frases utilizadas pelo Mestre Gabriel: “A paciência é a virtude dos deuses que nada possuem além do tempo”.

É por meio do tempo que hoje temos acesso ao Kung Fu e aos ensinamentos que ele pode nos dar, devido a sua jornada milenar. E para entendermos melhor quero lhe apresentar quatro áreas nas quais a prática do Kung Fu pode lhe auxiliar a dominar o tempo e uma ferramenta poderosa para saber como está administrando-o, são estas as quatro etapas:

1ª. Ajuda a dominar a concentração e melhora a capacidade de se manter alerta;
2ª. Capacita o artista marcial a dominar o autocontrole e o autoconhecimento;
3ª. Auxilia o praticante a dominar a autodisciplina e o respeito;
4ª. Ensina a dominar os movimentos e o tempo.

Hoje iremos falar sobre a 4ª área, no aspecto tempo. Porque ele é um dos fatores que leva um artista marcial, e na maioria das vezes, a desistir de praticar o Kung Fu, ou a arte marcial que ele desejou. E segundo o escritor Christian Barbosa, no livro: Tríade do Tempo. O tempo é uma tríade e como supracitado é atemporal e está divido em três esferas, sendo elas:

1ª) Esfera do Importante → Está relacionada a todas as atividades que você faz e que têm importância em sua vida, aquelas atividades que trazem resultado a curto, médio ou longo prazo. É nesta esfera que o praticante de Kung Fu terá sucesso em sua jornada. O que é importante tem tempo para ser feito!
2ª) Esfera do Urgente → Por sua vez está relacionada a todas as atividades na qual o tempo está curto ou acabando, que faziam parte de suas atividades importantes. Também pode ser atividades que chegam em cima da hora, que não podem ser previstas, mas que geralmente causam certo nível de estresse e que podem levar a queda de energia e consequentemente à desmotivação.
3ª) Esfera do Circunstancial → Geralmente quando uma pessoa entra nesta esfera o motivo é simples e claro; são os gastos de tempo de forma inadequado, suas atividades são feitas por comodidade ou por serem “politicamente correto”. Por exemplo: O que acharão de mim se não passar no Exame de faixa? Não eu não consigo mesmo!

É a esfera da estrada que não leva a lugar algum, que não traz resultados, apenas frustrações. De todas as esferas da Tríade do Tempo, a que exige maior preocupação e atenção para o artista marcial é a da circunstância. Pelo que a circunstância pode ter várias facetas podendo ser: qualquer tipo de atividade à qual você é levado a fazer em função de uma situação, condição, ambiente ou de outra pessoa.

Porque existe algo que deve ser feito e somente você poderá fazê-lo para Dominar seu Tempo: Ceder a esta vida agitada de aceleração continua de vários afazeres e nunca terminá-los; ou, obter o conhecimento de como anda a administração do seu tempo. Agindo com coragem, humildade e honestidade; pensando com paciência, determinação e perseverança. Haja vista que se estiver com energia sobrando possa estudar, colocando em prática a ética marcial Wu De e o Di Zi Gui.

Quanto tempo você precisa para aperfeiçoar sua técnica? Quanto tempo você passa por dia treinando os movimentos já aprendidos? Quanto tempo você dedica a leitura de livros da arte que pratica? Quanto tempo você passa vendo filmes da arte que você pratica?

Você tem esse poder de Dominar o Tempo e fazer com que sua hora de treino se torne mais produtiva.

Um forte abraço.

Vitor Campos Miguel Neves
Aluno da TSKF Barro Preto
Analista de Sistemas da Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais
Diretor da Empresa Ponte Futuro Assessoria e Coaching
Coautor do Livro Coaching e Mentoring: Foco na Excelência – Saiba como ultrapassar as barreiras do comum e vencer na vida pessoal e profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This